Fone: 8h - 17PM

Dextra

Aceleração Digital: colocando o cliente no centro da estratégia de negócios

Por: Dextra 26/07/2017

A Transformação Digital requer uma nova abordagem para alavancar resultados e aproximar o negócio do cliente

A Transformação Digital provou ser um mecanismo eficiente para alcançar resultados em negócios no Brasil e no mundo. Uma pesquisa divulgada em fevereiro deste ano pela CA Technologies, companhia norte-americana especializada em produtos de software, mostra que as empresas brasileiras que investiram em transformação digital tiveram um aumento de 50% em suas receitas. Melhor do que isso: essa transformação ainda foi responsável por um aumento de 78% na retenção dos clientes.

Mas, apesar destes e de outros benefícios, passar por essa mudança ainda é um desafio para 96% das empresas brasileiras. Essa foi a conclusão de um estudo global conduzido em 2016 pela desenvolvedora norte-americana de software de automação de processos Bizagi, que pesquisou mais de 1.000 profissionais de TI e responsáveis pela experiência com o cliente.

Segundo o estudo, a falta de velocidade para implementar mudanças e a complexidade dos processos corporativos são alguns dos obstáculos citados pela maioria das companhias. Isso porque, segundo a pesquisa, 82% dos entrevistados afirmaram que é importante acelerar a velocidade de transformação para acompanhar a evolução do setor.

Por estes motivos, existe agora a necessidade de se discutir uma abordagem mais profunda para a Transformação Digital: a Aceleração Digital. “Na Aceleração Digital, a tecnologia deixa de ser somente um apoio para o negócio e passa a ser o negócio”, afirma Bill Coutinho, diretor de Marketing da Dextra.

Para a Dextra, o maior desafio para colocar isto em prática está na mudança de mentalidade. A maioria das empresas continua atuando sob o modelo tradicional para trazer inovações para seus negócios, correndo risco de serem ofuscadas por concorrentes mais ágeis na criação de produtos. As empresas que não conseguirem entender isso ficarão para trás.

As companhias que não possuem tecnologia como núcleo de seus negócios devem procurar ativamente meios de utilizá-la como principal alavanca para crescer e gerar resultados no futuro. Por isso a Dextra, em seus projetos, discute e implementa essa dinâmica acelerada e ciclos curtos de criação de produto junto aos seus clientes.

Entre em Contato

Mensagem enviada com sucesso!

Tags

Comentários