Business

Como estruturar a TI para atender a velocidade dos negócios digitais?

Por: , dezembro 5, 2014

A tecnologia está criando uma mudança rápida no ambiente corporativo. Hoje em dia, a possibilidade de realizar vendas online, ter mais canais de atendimento a clientes e ofertar produtos em redes sociais criou um novo meio de gerar lucros. Conhecer o conceito de negócios digitais, portanto, é fundamental para o sucesso da companhia.
Integrando novas tecnologias e rotinas de trabalho mais flexíveis, os negócios digitais são uma nova forma de se conectar ao seu consumidor. Mais ágil, baseada em dados e com uma estratégia moderna, ela será a base da economia nacional nos próximos anos.
Quer saber mais sobre o tema? Então veja abaixo o nosso guia sobre o conceito de negócios digitais e como a sua empresa deve ser preparada!

O que é o conceito de negócios digitais?

O conceito de negócios digitais define um conjunto de empresas que utilizam a tecnologia como uma ferramenta-chave para criar, desenvolver e fornecer serviços e produtos para o seu público alvo. Essa é uma estratégia que busca uma nova forma de executar atividades tradicionais, que seja mais moderna, inovadora e conectada à internet.
Os negócios digitais são criados a partir das seguintes bases:

  • atualização permanente de produtos e serviços, mantendo a empresa sempre alinhada às demandas e tendências do mercado;
  • o uso da conectividade para manter times integrados e serviços mais acessíveis ao público-alvo da empresa;
  • o treinamento e a atualização constante dos conhecimentos dos profissionais;
  • o investimento maciço em novas tecnologias, como os sistemas de gestão integrada, os chatbots e o cloud computing;
  • o marketing contínuo, baseado em dados e em vários canais

Como o conceito de negócios digitais se diferencia de um e-commerce?

O conceito de negócios digitais é diferente de um e-commerce, pois o e-commerce é uma ideia focada apenas na compra e venda de produtos em meios eletrônicos. Ou seja, é um tipo de comércio em que as operações ocorrem, primariamente, pela internet.
Já o conceito de negócios digitais é uma ideia mais ampla, indo além do modo como a empresa comercializa os seus produtos e serviços. Para ser um negócio digital, é fundamental ter a tecnologia integrada a várias operações, independentemente do ambiente em que as transações ocorrem.

Quais são os investimentos que o negócio deve realizar para ser uma empresa digital?

Os negócios digitais, como apontamos acima, contam com a presença da tecnologia em várias operações, mas quais são as estratégias que permitem o alinhamento do negócio a essa ideia? Confira as principais abaixo!

Adoção de sistemas de gestão integrada

Também conhecidos como ERPs (sigla para Enterprise Resource Planning), os sistemas de gestão integrada são uma ferramenta que pode ser utilizada em várias rotinas administrativas, tributárias e financeiras da companhia. As suas funcionalidades são voltadas para centralizar e integrar, em um único ambiente, dados e processos internos do negócio.
Com um bom ERP, a empresa pode cortar custos e eliminar erros operacionais. Além disso, os setores terão um maior nível de integração e automação no seu dia a dia, o que permite um maior aproveitamento dos recursos disponíveis e um trabalho de alta performance.

Criação de serviços de atendimento multicanal

Com o apoio de chatbots e páginas web, a empresa consegue ampliar os seus canais de comunicação online. Os chatbots funcionarão como ferramentas de atendimento automatizado, reduzindo o contato do consumidor com humanos para lidar com demandas simples. Já as páginas web podem ter bancos de conhecimento, facilitando a busca autônoma pela resolução de problemas mais simples.
Em conjunto, a empresa pode utilizar um CRM. O Customer Relationship Management (Gestão de Relacionamento com o Cliente, em português) é um sistema que permite à empresa gerenciar todas as interações de cada cliente em um único ambiente.
Assim, sempre que ele entrar em contato com o time de suporte, será mais fácil compreender o seu perfil de atendimento, os problemas recentes e a melhor forma de solucionar as suas demandas.

Uso de ferramentas de gestão e análise de dados

Para tornar a sua empresa um negócio digital, tecnologias que permitem a melhor gestão e a análise de dados estratégicos devem ser adotadas integralmente. Soluções baseadas no Big Data, por exemplo, conseguem auxiliar o gestor a tomar decisões mais inteligentes e capazes de levar a companhia para um novo nível de competitividade.
Aplicado ao marketing, o Big Data permite um conhecimento profundo sobre o perfil do consumidor e as suas demandas. Assim, a companhia consegue criar estratégias de publicidade precisas e capazes de atingir as pessoas corretas.
Na gestão do dia a dia da organização, o BI (Business Intelligence, ou Inteligência de Negócios) é fundamental para otimizar rotinas internas e ter uma tomada de decisão mais eficaz. A empresa conseguirá mapear diferentes cenários, encontrar problemas e definir as suas estratégias sem correr riscos.

Integração da computação na nuvem ao dia a dia da empresa

Em torno do uso de todas essas tecnologias, a computação na nuvem pode ser vista como um passo crítico para atingir bons resultados. A tecnologia, que ganhou muita popularidade nos últimos anos, permite a redução de custos e o aumento da escalabilidade e da mobilidade operacional. Assim, a empresa consegue ser mais produtiva sem aumentar os seus custos.
Com o cloud storage, o negócio terá um ambiente de trabalho em que dados são trocados continuamente para gerar soluções rápidas e precisas para as demandas do mercado.
Já o SaaS (Software como Serviço, ou Software as a Service) permite o licenciamento de soluções complexas com baixo custo e alto nível de inovação. Dessa forma, a companhia se mantém alinhada às demandas do mercado sem expor informações internas ou ter problemas de performance.

Adoção da TI Bimodal

A TI Bimodal é um conceito de gestão de TI em que a empresa divide as suas estratégias de gerenciamento em dois polos:

  • uma TI tradicional, focada em confiabilidade;
  • uma TI experimental, focada na inovação.

Em conjunto, elas permitirão que a empresa seja mais inovadora e capaz de integrar as soluções listadas acima no seu dia a dia.

Qual a importância de se tornar um negócio digital?

A transformação digital criou uma revolução no ambiente empresarial. A ampliação dos meios de contato com consumidores — junto a novas tecnologias, como a computação na nuvem — fez com que empresas se tornassem mais flexíveis, inovadoras e automatizadas.
Isso mudou radicalmente o modo como a organização lida com as suas operações. As áreas de TI e marketing agora trabalham juntas para criar ideias mais alinhadas com as demandas do mercado.
Estratégias como a TI Bimodal e a Pace-Layered auxiliam o negócio a ter uma infraestrutura de TI com papel estratégico. Ela será a base para um fluxo de trabalho com a velocidade necessária para a empresa ser um negócio digital.
Isso levou as companhias a terem um novo mindset. Da alta gestão aos times de suporte, foi criado um espaço maior para experimentações e um planejamento flexível. Focar o longo prazo já não é a melhor escolha: o mercado muda rapidamente, e, para se manterem competitivas, as empresas devem ser ágeis.
Diante disso, compreender o conceito de negócios digitais será fundamental para ter o nível de inovação e diferenciação necessário para ser lucrativo ao longo dos próximos anos.
Aqueles que entenderem e integrarem essa ideia a suas estratégias vão gerar resultados mais rápidos e precisos. Em outras palavras, quem adotar uma visão estratégica conseguirá se manter sempre à frente de seus concorrentes.
A sua empresa já utiliza uma das estratégias listadas acima? Compartilhe os impactos conosco no espaço de comentários!

  • Receba nosso conteúdo em primeira mão.