Desenvolvimento Profissional

Sua senioridade além dos seus fors/ ifs e elses

Por: , novembro 25, 2013

Como ser um desenvolvedor de software com uma boa senioridade? O domínio de uma linguagem? Ir bem em um projeto, automaticamante, o faz caminhar na linha da senioridade? Pra mim, a resposta disso vai muito além dos fors / ifs e elses. E sinto que, de uma forma geral, o mercado simpificou essa questão a algo simples e banal de ser resolvido causando uma inflação de talentos, salários e carreiras.

Nos meus últimos dois anos profissionais, vivenciei uma experiência, no mínimo, muito interessante: saí do desenvolvimento para atuar na área comercial. Fui desempenhar o papel de pré-venda tentando fazer o meio de campo entre demandas dos clientes, nosso time de novos negócios e nosso time de desenvolvimento.

“Bacana, Lulão… e por que você tá nos contando isso?”

Porque uma das coisas mais fantásticas que aconteceu, nesse período, foi eu conseguir enxergar, e principalmente, vivenciar que existe muita coisa no desenvolvimento de um software além da programação. E, além disso ser muito incrível, influenciou muito minha atual visão sobre o que significa você ser um desenvolvedor de software com uma boa senioridade. Se você acha que ser sênior é só mandar bem num projeto ou manjar horrores de uma linguagem, eu tenho uma visão diferente da sua! 🙂

Se você quiser entender melhor esse meu ponto de vista, e até debater sobre ele, é só acessar o texto completo no blog SoftwareNaoEhPastel.

  • Receba nosso conteúdo em primeira mão.