Aceleração Digital

Poderia ser a sua empresa, mas a TI e o marketing não se falam

Por: , janeiro 12, 2017

Nos últimos anos, a presença da tecnologia digital aumentou consideravelmente a importância da área de Tecnologia da Informação (TI) para todos os outros setores. Um resultado disso é a união cada vez mais necessária entre as áreas de marketing e TI. Basta olhar alguns exemplos para confirmar essa situação.
Em 2016, a Amazon anunciou a Amazon Go, uma loja física que usa machine learning, análises de dados, sensores, mobile payment e muitas outras tecnologias integradas para entregar uma nova experiência de compra.

A Amazon talvez seja o primeiro caso de uma empresa de varejo que entendeu o que é a transformação digital. O conceito se baseia em um aprendizado muito importante sobre os processos de compra: a maioria dos clientes não quer falar com alguém, quer resolver um problema rapidamente, comprar e sair sem transformar essa jornada em uma tortura. A Amazon Go resolveu isso de uma forma rápida, tirando as filas e mantendo o mobile como principal forma de integração com o ambiente.
O exemplo da Amazon evidencia um fato fundamental no mercado atual: o valor da sua companhia decorre de como ela pode atuar para facilitar a vida do cliente. E esse objetivo só pode ser alcançado com o auxílio da tecnologia.
Assim, se você quer garantir o melhor desenvolvimento para sua empresa e atender melhor os seus clientes, é fundamental compreender a ligação entre marketing e TI.
Quer entender melhor essa relação? Então acompanhe e descubra exatamente o que precisa saber.

Importância da união desses setores

Olhando de fora, as áreas de marketing e TI parecem bem distintas. Seria até bem difícil de imaginar que elas têm uma relação muito profunda dentro da empresa. Porém, na prática, ambas apresentam muitas semelhanças, em especial no que diz respeito à forma como lidam com as demandas do consumidor.
Veja aqui alguns dos pontos positivos de ter uma boa aproximação entre marketing e TI:

1. Maior área de contato entre público e empresa

A melhor comunicação com o seu público-alvo é um ingrediente fundamental para o sucesso do seu negócio, independentemente da área na qual você atua. E com cada vez mais tecnologia permitindo a troca de informações, como a internet e a telefonia móvel, ficou mais fácil manter contato regular com sua base de clientes.
O setor de marketing é o mais qualificado para promover essas trocas, já que conhece a demanda do público e consegue avaliar suas expectativas. Já a área de TI é a responsável por desenvolver e aprimorar as ferramentas usadas nessas comunicações, sejam elas o site da empresa ou aplicativos do negócio.

2. Big data

Por muito tempo, a área de marketing não teve muitos recursos para avaliar o desempenho das suas ações. No geral, muitos investimentos eram realizados simultaneamente, sem uma boa visibilidade sobre quais deles tinham uma real influência nos resultados obtidos. Naturalmente, isso levava a muitos desperdícios e incertezas na hora de colocar planos em prática.
Porém, graças à maior conectividade do mundo moderno e às ferramentas tecnológicas, é cada vez mais fácil extrair essas informações. E com uma quantidade suficiente de dados, é possível fazer análises mais aprofundadas.
Essencialmente, é isso que significa o big data. Ferramentas como o Google Analytics e o cloud computing foram fundamentais nesse processo de aprimoramento da análise de dados pelo marketing.
Porém, para colocar tudo isso em prática, você precisará da ajuda da equipe de TI. É com a expertise desses profissionais em tecnologia que sua empresa terá acesso a todos os dados e ferramentas de análise.

3. Atendimento rápido e eficiente

Hoje em dia, os clientes não querem ficar em uma fila esperando pelo atendimento, como foi mostrado no exemplo da Amazon Go. A demanda do público é obter seu produto com mais rapidez, e a tecnologia precisa ser utilizada para atender a essa necessidade. Ao utilizar recursos tecnológicos aliados a uma boa análise da necessidade dos consumidores, é possível obter grandes melhorias no processo de atendimento.
Esse é apenas um exemplo de integração eficaz entre marketing e TI. Uma área é capaz de se comunicar diretamente com o público e identificar o caminho mais eficaz para alcançar os objetivos da empresa. A outra tem a expertise e os recursos para colocar esse planejamento em prática e garantir o resultado esperado.

Principais desafios na união entre marketing e TI

Claro que, apesar de importante, nem sempre a coordenação desses dois setores é eficiente ou mesmo fácil. Apesar de ambos lidarem principalmente com números e procedimentos, um lado precisa dar conta de um esquema bem mais dinâmico, enquanto o outro precisa ser metódico a cada passo.
Diante dessas diferenças, você deve atentar a alguns desafios na integração dessas áreas e descobrir como contorná-los:

1. Alinhamento de objetivos

O primeiro elemento que você precisa é que ambos os setores entendam qual é o objetivo final da empresa e como eles podem trabalhar individualmente para melhorar os resultados obtidos. Isto é de grande importância, já que não é incomum que uma empresa acabe perdendo parte de seu desempenho porque os dois setores estão buscando resultados diferentes.
Antes de implementar qualquer prática, o mais importante é alinhar ambos os setores e garantir que tenham objetivos convergentes e bem claros. Assim que as duas equipes estiverem em sintonia, seu progresso será bem mais seguro, rápido e eficiente.

2. Comunicação transparente entre os setores

Para garantir que marketing e TI atuem em conjunto, os profissionais de ambos os setores precisam estar na mesma página a cada momento. E, para isso, deve haver um canal de comunicação prático e eficiente entre as duas áreas. Porém, é nesse ponto que muitos negócios também falham quando tentam integrar os dois lados desse trabalho.
Primeiro, podem existir limitações técnicas em relação às ferramentas de comunicação disponíveis e ao espaço físico ao qual as duas equipes têm acesso. Além disso, todos precisam de acesso aos mesmos dados e com a mesma praticidade. Dessa forma, investir em metodologias mais eficazes de comunicação é um passo importante para aumentar a sintonia entre as áreas de marketing e TI.

3. Implementação da transformação digital

A transformação digital, caso você ainda não a conheça, é um fenômeno cada vez mais comum em várias empresas. Ela diz respeito não apenas à maior presença da tecnologia em diversas áreas de trabalho, mas principalmente a mudanças fundamentais na forma como as empresas pensam e conduzem seus processos internos, com mais foco em automação e inteligência artificial.
Por ser uma transformação ampla do negócio, ela pode ser bem difícil de colocar em prática em alguns setores. Afinal, todos os seus colaboradores terão que reaprender muitas tarefas que já são realizadas no dia a dia. Porém, para que você se mantenha à frente dos concorrentes, tanto em termos de processos internos quanto na relação com o público, essas mudanças serão fundamentais.

4.     Segurança das informações

Por fim, mas não menos importante, qualquer troca de informação, especialmente entre as áreas de marketing e TI, precisa ser tratada com todo o cuidado possível. Ambos os setores lidam com dados sigilosos da empresa, cujo vazamento pode gerar consequências graves.
À medida que novos canais de comunicação são estabelecidos, é necessário também investir em ferramentas e metodologias que promovam maior segurança na troca de informações entre essas áreas. Antivírus e senhas não são suficientes, é preciso contar com formas mais protegidas de navegar e procedimentos reforçados de segurança para o trabalho das suas equipes.

Unificar os dados é o caminho

Quando o marketing e TI trabalham em conjunto, a inovação se torna uma realidade. E essa inovação é a essência da era digital. Nesse contexto, a principal função de inovação do marketing é atrair e reter clientes, e ter uma marca bem posicionada, que se vende sozinha. A função essencial de inovação da TI é fazer o negócio trabalhar de forma otimizada em todos os momentos.
E tudo isso gera dados que devem ser trabalhados de forma integrada, pensando para dentro (melhorar a resposta do negócio para as demandas de mercado) e para fora (fazer o cliente voltar). Não é nada do outro mundo: e-mails mais assertivos, respostas mais rápidas nas redes sociais (e para necessidades internas do negócio), integração de tecnologias para que a mesma informação viaje corretamente no fluxo de vendas, etc.
Os dados ajudam a construir e contar uma história melhor. E isso só se faz com um sistema eficiente de relacionamento com o cliente e uma infraestrutura integrada com o legado e ferramentas de cloud computing. Embora os processos de TI e os de marketing sejam diferentes, a utilização de dados é o que vai unir essas áreas em prol de realmente criar valor para o negócio.
Se você quer continuar aprendendo sobre essas ferramentas e como elas ajudam, não apenas os setores de marketing e TI, mas a sua empresa como um todo, basta assinar nossa newsletter.

  • Receba nosso conteúdo em primeira mão.