Aceleração Digital: colocando o cliente no centro da estratégia de negócios

Nos últimos anos, a tecnologia se tornou uma parte fundamental das rotinas de qualquer empresa. O impacto é tamanho...

Dextra

View posts by Dextra
Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes. A Dextra faz parte da Mutant, empresa B2B líder no mercado brasileiro e especialista em Customer Experience para plataformas digitais.
Data de publicação: 26/07/2017
ACELERAÇÃO DIGITAL

Nos últimos anos, a tecnologia se tornou uma parte fundamental das rotinas de qualquer empresa. O impacto é tamanho que qualquer estratégia de negócio eficiente deve considerar a TI como uma das bases de uma prestação de serviços mais eficaz, dinâmica e inovadora.

Essa tendência, que recebeu o nome de transformação digital, passa por vários setores e coloca a tecnologia como algo crítico para uma boa prestação de serviços. Em algumas áreas, por sinal, a tecnologia virou o próprio negócio, o que levou especialistas a cunharem o termo “aceleração digital”.

Para compreender como a aceleração digital gera impactos no mercado e quais são os passos para integrá-la com a sua estratégia de negócio, continue a leitura!

O impacto da transformação digital no mercado

transformação digital provou ser um mecanismo eficiente para alcançar resultados em negócios no Brasil e no mundo. Uma pesquisa divulgada em fevereiro de 2017 pela CA Technologies, companhia norte-americana especializada em produtos de software, mostra que as empresas que adotam práticas como a gestão ágil de processos e a integração de times pelo DevOps conseguem aumentar os seus resultados em até 52%.

Os impactos apontados pelo estudo mostram melhorias que passam pela experiência do consumidor, maior alcance do público-alvo em meios digitais e melhoria dos índices de fidelização.

A pesquisa, que utilizou um indicador chamado de BIS (Digital Transformation Business Impact Scorecard) para medir o impacto da transformação digital na economia, colocou o Brasil em terceiro lugar entre os mais afetados pela tendência. Estamos atrás apenas da Índia e da Tailândia.

O motivo é simples: países como o nosso têm mais facilidade para investir em novas tecnologias com qualidade. Uma vez que não há tantos sistema legados integrados à infraestrutura, ficará mais fácil criar um ambiente de trabalho mais inovador e eficiente.

Mas, apesar de todos os pontos a favor, passar por essa mudança ainda é um desafio para 96% das empresas brasileiras. Essa foi a conclusão de um estudo global conduzido em 2016 pela desenvolvedora norte-americana de software de automação de processos Bizagi, que pesquisou mais de 1.000 profissionais de TI e responsáveis pela experiência com o cliente.

Segundo o estudo, a falta de velocidade para implementar mudanças e a complexidade dos processos corporativos são alguns dos obstáculos citados pela maioria das companhias. Isso porque, segundo a pesquisa, 82% dos entrevistados afirmaram que é importante acelerar a velocidade de transformação para acompanhar a evolução do setor.

Apesar da transformação digital ser um desafio, os dados das pesquisas deixam claro: investir na transformação digital é fundamental para manter negócios competitivos nos próximos anos.

As empresas que não tiverem uma cadeia operacional flexível, um ambiente de trabalho com alto nível de integração e uma rotina movida a dados perderão espaço no mercado. Afinal de contas, o uso de dados e de tecnologias como o cloud computing e a Internet das Coisas promove mais agilidade nas mudanças de mercado e cria um novo tipo de ambiente de trabalho, com mais precisão, flexibilidade e inovação. Nesse cenário, deixar de se preparar pode ser um risco grave.

O auxílio da aceleração digital para os negócios terem a tecnologia como a base de seus serviços

Se o negócio já passou pela sua própria transformação digital, é necessário ir além. Agora, há a necessidade de se discutir uma abordagem mais profunda para a transformação digital: a aceleração digital. “Na aceleração digital, a tecnologia deixa de ser somente um apoio para o negócio e passa a ser o negócio”, afirma Bill Coutinho, diretor de Marketing da Dextra Digital.

A aceleração digital cria um conjunto de serviços e produtos que são focados nas demandas do consumidor, têm um forte apoio da tecnologia e conseguem se modificar para atender a demandas de mercado com muito mais facilidade. Nesse modelo, o negócio utiliza uma estratégia multicanal, em que aplicativos mobile, páginas web, chatbots e até redes sociais se tornam canais para se relacionar com o cliente e gerar oportunidades de vendas. Dessa forma, a empresa pode garantir uma boa quantidade de vendas sem ter que elevar os seus gastos com marketing.

A criação de uma estratégia de negócio integrada com a aceleração digital

Para promover a aceleração digital, a estratégia de negócio (que podemos compreender como o conjunto de metas e mecanismos para alcançar objetivos a médio e longo prazo) de uma empresa precisa ser remodelada. Em outras palavras, a companhia deve mudar uma série de fatores para garantir que todos os seus esforços conseguirão transformar e acelerar digitalmente a companhia e, com isso, garantir mais competitividade e lucratividade.

Para que isso seja possível, alguns passos podem ser seguidos. Eles auxiliam o gestor a modelar uma estratégia de negócio mais inovadora e alinhada com as demandas de um mundo digitalmente acelerado. Confira os principais abaixo!

Saiba a sua missão

Saber a missão é algo básico para a formulação de qualquer estratégia de negócio. Quando a empresa tem uma noção clara sobre os seus valores e os seus princípios de ação, se torna mais fácil definir metas e os meios para alcançar cada objetivo.

Além disso, uma missão robusta permite ao empreendimento se posicionar corretamente no mercado. Do planejamento de campanhas de marketing ao modo como as mensagens serão divulgadas a consumidores, todos os passos serão mais confiáveis e capazes de atingir os objetivos esperados.

Analise o mercado e as tendências do setor

Com o apoio de tecnologias de análise de dados como o Big Data, a companhia conseguirá compreender e antecipar as principais tendências do setor. No contexto da formulação de uma estratégia de mercado digitalmente acelerada, isso é crucial: quando há uma visão clara sobre os rumos da área, a companhia pode otimizar investimentos, melhorar o planejamento de produtos e evitar riscos.

Portanto, o negócio deve sempre acompanhar os rumos do mercado. Ao identificar cada tendência e as demandas do consumidor, ficará mais fácil escolher quais produtos destacar, otimizar ou atualizar a médio e longo prazo.

Alinhe times

O alinhamento de times também é um ponto importante. Ao manter todas as equipes bem integradas, a companhia evita conflitos, melhora o nível de colaboração e cria um ambiente mais propício à inovação. Afinal de contas, quando todos trabalham juntos, encontrar uma resposta inovadora a problemas é algo muito mais simples.

Portanto, faça uma comunicação clara e objetiva das metas do negócio, dos seus planos de ação e de como a estratégia está formulada. Sempre comunique erros e acertos e, assim, garanta que todos estejam engajados na busca dos mesmos ideais.

Adote a tecnologia como uma ferramenta de trabalho e de negócio

O nosso último passo é crítico para se alinhar com a aceleração digital. A sua estratégia deve integrar a tecnologia a vários processos e ao próprio produto, contribuindo para o negócio ser mais inovador e eficiente.

A nuvem, por exemplo, pode servir de apoio para a empresa ter uma infraestrutura mais escalável, integrada e propícia à mobilidade. Os profissionais poderão, no smartphone e nos seus computadores, acessar sistemas, assim como editar e compartilhar os principais arquivos para a execução do seu trabalho.

O Big Data tornará a análise de mercado mais eficiente. Assim, as decisões, o planejamento e os investimentos serão mais robustos.

Levada ao portfólio da empresa, a tecnologia pode contribuir para a companhia ter um conjunto de produtos e serviços mais inteligente, inovador e eficaz. Uma companhia que vende roupas, por exemplo, pode utilizar aplicativos mobile para ampliar os seus canais de venda, fornecer descontos exclusivos e prestar apoio ao seu consumidor. Tudo isso contribuirá para uma melhor experiência do cliente e mais receitas a médio e longo prazo.

A preparação para um futuro mais digital e inovador

Hoje, a aceleração digital está ganhando espaço no mercado e elevando a transformação digital a um novo nível. Por isso, é fundamental que o negócio esteja preparado para melhorar os seus investimentos e garantir que os seus times estejam preparados para enfrentar todos os desafios que essa tendência traz.

Para a Dextra Digital, o maior desafio para colocar a aceleração digital em prática está na mudança de mentalidade. A maioria das empresas continua atuando sob o modelo tradicional para trazer inovações para seus negócios, correndo risco de ser ofuscada por concorrentes mais ágeis na criação de produtos.

As companhias que não tem a tecnologia como núcleo de seus negócios devem procurar ativamente meios de utilizá-la como principal alavanca para crescer e gerar resultados no futuro. Por isso a Dextra Digital, em seus projetos, discute e implementa essa dinâmica acelerada e ciclos curtos de criação de produto junto aos seus clientes.

Com o apoio de uma abordagem robusta, o empreendimento poderá modificar a sua estratégia de negócio e garantir um alinhamento maior com o seu público-alvo. A empresa será, em outras palavras, capaz de digitalizar rotinas e serviços sem que isso crie riscos desnecessários e prejudique a relação com o cliente. Assim, o negócio poderá sempre responder rapidamente a demandas de consumidores e se posicionar à frente da concorrência.

Você já tinha ouvido falar na aceleração digital antes? Conta pra gente o que você acha sobre o tema!

Dextra

View posts by Dextra
Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes. A Dextra faz parte da Mutant, empresa B2B líder no mercado brasileiro e especialista em Customer Experience para plataformas digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 15 =

Posts relacionados

  1. Sobre a Dextra

    Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes.

  2. Categorias

Scroll to top