Avaliando seu Recomendador de Conteúdo

No post anterior, falamos sobre Filtragem Colaborativa, Identificação de Usuário e Técnicas de UX para Recomendação de Conteúdo. Hoje...

Data de publicação: 09/03/2017
Recomendador de Conteúdo

No post anterior, falamos sobre Filtragem Colaborativa, Identificação de Usuário e Técnicas de UX para Recomendação de Conteúdo. Hoje vamos aprender a avaliar o seu Recomendador de Conteúdo.
Os resultados trazidos por um Recomendador de Conteúdo podem ser avaliados em vários contextos, o mais comum é avaliar a taxa de conversão obtida pelas recomendações. Em um portal de conteúdos, por exemplo, podemos medir a frequência com que os usuários acessam os links recomendados e se isso influenciou sua forma de uso do portal.
Além disso, responder algumas perguntas pode nos ajudar a medir a eficiência do recomendador. Vejamos algumas delas:

  • Dos itens recomendados, quantos foram acessados por cada usuário?
  • O tempo de permanência do usuário no portal aumentou ou diminuiu?
    • Se o tempo aumentou, devemos verificar se esse aumento é porque o usuário descobriu conteúdos que não conhecia ou se ele demorou mais tempo para localizar o que estava procurando;
    • Se o tempo diminuiu, pode ser porque ele tenha encontrado mais rapidamente os assuntos de seu interesse.
  • Com que frequência os usuários retornam ao portal?

As respostas a essas perguntas podem indicar possíveis melhorias a serem realizadas no portal, melhorias essas que podem estar relacionadas diretamente à qualidade da recomendação ou não. Em muitos casos, chegamos à conclusão de que é preciso repensar a experiência do usuário com o portal, tornando o conteúdo recomendado mais acessível e evidente.

Nota: A cada ajuste, seja na experiência do usuário ou no recomendador, novas medições devem ser realizadas para avaliar a efetividade das mudanças.

Existem diversas ferramentas que podem auxiliar durante o processo de medições. A mais popular é o Google Analytics. Esta solução é um serviço oferecido pelo Google que permite associar uma etiqueta (tag) a cada conteúdo que se deseja extrair medições. Com isso, é possível compreender o que os visitantes fazem dentro do portal, bem como a taxa de conversão de diferentes áreas do site. Esse tipo de informação é muito importante, pois pode indicar a melhor área do portal onde colocar o recomendador de conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 6 =

Posts relacionados

  1. Sobre a Dextra

    Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes.

  2. Categorias

Scroll to top