Empiricus e Dextra criam plataforma de e-commerce robusta e flexível

Empiricus e Dextra criam plataforma de e-commerce robusta e flexível

Regras de negócio exigiam alto nível de customização. Plataforma proprietária busca se ajustar ao modelo de negócios da Empiricus com precisão

Um projeto que desafiou a Empiricus por anos foi a construção de uma plataforma de e-commerce B2C própria, focada na venda de produtos de educação financeira entregues de forma digital em formatos de assinaturas ou cursos. A cobrança recorrente é uma funcionalidade pouco comum nas plataformas de mercado, por isso a empresa queria construir, do zero, a sua própria.

Em 2019 a Empiricus decidiu iniciar o desenvolvimento deste produto. Flexibilidade, robustez e escalabilidade eram os requisitos necessários para atender o grande volume de vendas e renovações. Também era importante garantir a excelência na condução do projeto através de processos e metodologias ágeis, fator determinante para a escolha da Dextra como parceira de desenvolvimento.
Havia ainda desafios adicionais. Primeiro, a própria Empiricus não havia definido todos os requisitos e detalhes do produto. Segundo, o prazo: a empresa que ganhasse a concorrência precisaria entregar um produto minimamente viável (MVP) em um prazo apertado, dividido em sprints de duas semanas nas quais o escopo seria constantemente refinado.

“Ter uma plataforma de e-commerce interna era um desejo antigo da companhia, e encontramos em 2019 o momento ideal para executar a estratégia”, explica Rodrigo Gianotto, sócio e head de e-commerce da Empiricus. “Precisávamos de uma empresa que construísse de fato soluções customizadas, com agilidade embutida na cultura empresarial, e que tivesse um time de tecnologia altamente qualificado. Fizemos uma lista daquelas que sabíamos ter esse potencial, e a que mais entendeu nosso projeto e propôs valor foi a Dextra.”

"O nosso modelo de negócio é um pouco diferente dos tradicionais modelos de assinaturas B2C disponíveis no mercado. Nós trabalhamos com lançamentos digitais que geram grandes picos de acesso quase toda semana”, o que traz uma complexidade técnica para a plataforma que precisa responder e escalar rapidamente, resume o executivo.

A Empiricus oferece mais de 20 assinaturas que abordam diferentes tipos de investimentos. Existem produtos para todos os níveis - do iniciante ao avançado - e que podem também ser combinados em bundles, que variam de acordo com o número de produtos no pacote e o período de vigência. A medida em que os assinantes vão dominando certos temas, são apresentados a novos produtos que tratam de outras estratégias de investimento com diferentes perfis de risco. 

“O nosso assinante chega com muita vontade de aprender e aplicar as estratégias que sugerimos a ele nos produtos, e a medida em que vai adquirindo conhecimento sobre determinados tipos de investimentos também passa naturalmente a se interessar por outros,  e nós conseguimos apoiá-lo em toda esta jornada”, explica Gianotto. “Para nós é muito importante acompanhar cada assinante desde o surgimento do seu interesse por investimentos até a conquista de seus principais objetivos financeiros.”

 

Desenrolar do projeto

Começou com uma imersão da equipe da Dextra na Empiricus, antes que algum código fosse escrito. Foram duas semanas em que os desenvolvedores e especialistas em experiência do usuário (UX) conversaram com pessoas de todas as áreas da empresa, de modo a identificarem as maiores dores e dificuldades e garantirem o entendimento do escopo do projeto.

Foi proposto assim um sprint que contemplava os aspectos mais críticos para a Empiricus. O time de UX definiu, prototipou e testou as telas com os usuários finais, que só depois de aprovadas entravam para a esteira de desenvolvimento. Os heads das principais áreas de tecnologia e produtos da Empiricus estiveram muito próximos desta fase inicial , o que contribuiu para o sucesso desta etapa.

Até a primeira metade do projeto ele era feito principalmente pela Dextra, com membros do time da Empiricus se revezando entre Campinas e São Paulo, onde ficam as sedes das companhias.

A Empiricus traçou como estratégia absorver tecnicamente o projeto, ou seja, assumir a arquitetura e o desenvolvimento do produto e se aculturar dos processos e do mindset ágil. A transição foi feita aos poucos, e à medida em que a Empiricus ia aumentando o onboarding do time interno e absorvendo o conhecimento, o projeto também caminhava para a parte final, de forma que a transferência de conhecimento acontecesse de forma natural e no tempo certo.

“Foi importante ter a Dextra nos apoiando em Agilidade”, conta Gianotto. “A cada 15 dias fazíamos uma reunião de cadência entre as principais lideranças das duas empresas para dar maior visibilidade quanto aos avanços. Isso trouxe um aculturamento ágil muito importante para nós.”

O desenvolvimento contemplou toda as regras de negócio de e-commerce demandados pela Empiricus, incluindo sistema de carrinhos, checkout, pagamentos, catálogo, antifraude, ferramentas administrativas e gerenciador de assinaturas. Uma função inédita foi a venda via aplicativos nativos, que antes não era possível. A arquitetura técnica é avançada e inclui Kubernetes como gerenciador de containers, Ambassador como api-gateway e Istio como service-mesh, tudo dentro da AWS. Para as aplicações foram definidos micro-serviços em Python e Java.

O primeiro MVP do projeto – a venda de assinaturas através de aplicativos – foi a primeira frente a ir para produção no fim do primeiro semestre de 2019, enquanto as vendas e renovações via web ainda permaneceram na plataforma antiga. Já em outubro o projeto foi totalmente entregue, incluindo toda a migração dos dados, e a Empiricus passou a operar 100% na nova plataforma. “É um sistema muito complexo. Para o cliente final é só uma tela de checkout, mas por trás há muitas regras de negócio”, resume William Ramalho, Gerente de Projeto da Dextra. “Nossa solução permite isso de maneira muito flexível. A Empiricus consegue gerar ofertas que não conseguia antes.”

Resultados e expectativas

Com cerca de seis meses de operação efetiva, a nova plataforma de e-commerce da Empiricus já está totalmente estabilizada e avançando com o roadmap. Na perspectiva de e-commerce, os KPIs mais importantes são taxa de conversão de vendas, renovação e também o tempo de resposta das páginas e das transações. Também é muito importante a usabilidade da plataforma tanto para o cliente final como para a operação da empresa – já que naturalmente ela tende a gerar aumentos de receita.

No entanto, “a internalização da plataforma de e-commerce não está apenas atrelada a melhora desses indicadores, mas tão importante quanto isso é ter o produto dentro de casa”, pondera Gianotto. “Temos agora total autonomia para evoluir a plataforma e dar à Empiricus ferramentas que impulsionem o seu crescimento.” A equipe da Dextra deve manter um elo com o time da Empiricus, atuando em algumas frentes de desenvolvimento e mapeamento de melhorias. Projetos futuros ainda estão sendo discutidos, e devem incluir princípios de Growth Hacking e Design Thinking para identificar potenciais “dores” da empresa e dos assinantes. Agora que está tudo em casa é hora de avançar com a execução das nossas melhores ideias”, explica o head. “É uma nova fase da Empiricus tanto na perspectiva institucional quanto de evolução de processos, tecnologias e melhorias operacionais.”

Sobre a Empiricus

A Empiricus é a maior publicadora de conteúdos financeiros do país, com mais de 350 mil assinantes e 24 produtos sobre temas como ações, fundos imobiliários, renda fixa e fundos de investimento. O time de especialistas conta com mais de 30 profissionais, oriundos de instituições como Itaú, Credit Suisse e Santander. A empresa foi fundada em 2009 e está localizada no coração da Faria Lima, em São Paulo.

Cases relacionados


Saiba como podemos ajudar sua empresa a acelerar o processo de transformação digital.

Dextra

View posts by Dextra
Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes. A Dextra faz parte da Mutant, empresa B2B líder no mercado brasileiro e especialista em Customer Experience para plataformas digitais.
Scroll to top