Fidelização de audiência utilizando múltiplas plataformas favorece novos modelos de negócio

Nos anos 90, quando a internet ainda dava seus primeiros passos, o início da revolução digital presumia que as...

Data de publicação: 12/02/2015

Nos anos 90, quando a internet ainda dava seus primeiros passos, o início da revolução digital presumia que as novas mídias substituiriam as antigas. Passados mais de 20 anos, a expectativa mudou e hoje acredita-se cada vez mais que as inovações venham para complementar as formas mais tradicionais de entrega de conteúdo audiovisual. A tecnologia mobile tem se destacado como grande aposta do setor para garantir o engajamento do público, evitar a queda da audiência e garantir modelos sustentáveis de negócio.
O crescimento acelerado no número de acessos à internet via dispositivos móveis é o principal motivo dessa aposta. De fato, o número de brasileiros que acessa a internet por meio de smartphones é de 52,5 milhões, segundo pesquisa divulgada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br).
A consolidação da conexão móvel na rotina do brasileiro tem ocorrido concomitantemente à diminuição na audiência de programas de TV. Para mitigar os efeitos do que aparenta ser um processo de migração do público para outras configurações midiáticas, grandes players do setor têm estimulado o processo de criação de produtos e o desenvolvimento de novas tecnologias, incentivando a pesquisa e a inovação no cenário nacional.
A integração de apps com redes sociais é uma tendência que deve ganhar cada vez mais espaço nos aplicativos desenvolvidos para atender à demanda das TVs. Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de 40% da audiência já usa um segundo dispositivo, como tablets ou smartphones, enquanto assiste à televisão. Esse fenômeno, chamado de segunda tela, também está se intensificando no Brasil: mais de 16 milhões de pessoas já acessam a internet enquanto assistem TV no país, segundo o Ibope.

O uso de mídias e redes sociais, além da própria segunda tela, faz com que o espectador tenha uma relação de proximidade e até mesmo interatividade com o conteúdo televisivo, até então limitada por conta da tecnologia da televisão digital ainda em consolidação. O espectador não perde sua atenção do aparelho de televisão, mas passa a ficar mais atento e integrado ao seu conteúdo. A possibilidade de criar expectativas, tensões e de trazer informações extras pode significar, portanto, mais audiência e seguidores do conteúdo televisivo“, explica Vivianne Lindsay Cardoso, doutoranda em Comunicação e professora dos cursos de Comunicação e Artes da Unesp.

Um exemplo desse novo modelo de negócio é o aplicativo do Premiere FC, disponível tanto no Google Play quanto na App Store, permite que assinantes do canal possam assistir aos jogos de futebol ao vivo e em qualquer lugar, por meio de seus dispositivos móveis.

Esse tipo de solução vai ficar cada vez mais popular, e o número de aplicativos desenvolvidos para transmissão de conteúdo deve aumentar significativamente com a popularização da tecnologia 4G. Uma maior velocidade significa menos travamentos e uma experiência melhor para o usuário,” explica Bill Coutinho, Diretor de Tecnologia da Dextra.

Para a Dextra, nos casos das novas mídias, a principal preocupação é integrar conteúdo com a experiência que o usuário tem ao usar a plataforma. Questões como a organização da estrutura da interface e a definição dos elementos de navegação são mais do que meros detalhes técnicos. Eles são o cerne da experiência que os usuários terão ao utilizar a plataforma. Todo o processo de desenvolvimento de novas tecnologias deve focar no modelo de negócio dos clientes. É imprescindível olhar o tempo todo para as dinâmicas e comportamentos que caracterizam os mercados atuais.
A expectativa é que os próximos anos reservem muitas novidades na tecnologia, principalmente na intersecção entre as novas mídias e a tecnologia mobile. Em meio a tantas inovações, a única coisa que podemos afirmar é que o desenvolvimento de modelos inovadores de negócio está cada vez mais atrelado ao bom trabalho e criatividade das empresas de TI.
 
 

Posts relacionados

  1. Sobre a Dextra

    Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes.

  2. Categorias

Scroll to top