Revitalização de aplicativos mobile: engajando usuários e conseguindo boas notas nas app stores

Lançar um aplicativo para dispositivos móveis é uma iniciativa capaz de gerar enormes resultados, mas que também envolve desafios...

Dextra

View posts by Dextra
Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes. A Dextra faz parte da Mutant, empresa B2B líder no mercado brasileiro e especialista em Customer Experience para plataformas digitais.
Data de publicação: 11/09/2019
O app da sua empresa está precisando de uma cara nova? Então conheça a revitalização de aplicativos e veja de que forma ela aumenta a satisfação do usuário!

Lançar um aplicativo para dispositivos móveis é uma iniciativa capaz de gerar enormes resultados, mas que também envolve desafios para o negócio. Por mais que o retorno esperado seja promissor, é preciso acertar a mão para não promover uma experiência ruim para o usuário. Nesse sentido, a revitalização de aplicativos mobile é uma iniciativa que toda empresa deve ter.

Mesmo quando um aplicativo é lançado com sucesso, é fundamental mantê-lo em processo de melhoria contínua. Do contrário, pode se tornar obsoleto ou ultrapassado em pouco tempo. Mas, afinal, por que fazer isso? Vale mesmo a pena revitalizar um app? Quais as vantagens? Como é exatamente a parte técnica da revitalização?

Criamos este artigo completo sobre revitalização de aplicativos para tirar todas as suas dúvidas. Então, vamos lá!

A importância da melhoria contínua dos aplicativos

Na era da jornada digital em que vivemos, os rápidos avanços da tecnologia modificam o mercado diariamente. Uma solução que ontem era essencial pode hoje ser obsoleta. Nesse sentido, ter sucesso exige mais do que simplesmente lançar um app e colocar sua empresa na palma da mão das pessoas.

É preciso manter um alto nível de qualidade na experiência do usuário. Isso envolve, por sua vez, melhoria contínua. Segundo um estudo conduzido pela empresa especializada em marketing automatizado Kahuna, 80% dos aplicativos não chegam de fato aos dispositivos dos usuários.

A presença de uma empresa nessa estatística negativa pode depender de fatores como a qualidade do app e a avaliação de seus usuários na loja virtual (App Store). “A nota é um fator de decisão importante para o usuário instalar ou não o aplicativo”, afirma o Diretor de Negócios da Dextra, Luis Dosso.

Para se ter uma ideia, de acordo com a pesquisa, somente 13% dos usuários consideram instalar aplicativos avaliados com apenas uma estrela na loja online. Esse tipo de feedback normalmente é atribuído a aplicativos que não têm a performance que as pessoas esperam, gerando reclamações. Consequentemente, uma avaliação inicial ruim gera um impacto enorme, fazendo com que outras pessoas desconsiderem o app como opção.

Uma das razões para isso acontecer, segundo Luis Dosso, é que muitas companhias acabam lançando seus primeiros aplicativos às pressas, para tirar proveito do mercado mobile, sem levar em consideração aspectos como design, usabilidade e segurança. “A empresa às vezes vê que precisa de um aplicativo, mas não tem experiência nesse mercado para conseguir alcançar bons resultados”, diz o executivo.

As funcionalidades do app poderiam ser melhores, o design ainda precisa de um acabamento, a usabilidade não é muito amigável etc. São fatores que muitas vezes passam despercebidos nas etapas de desenvolvimento, mas que certamente serão notados pelos usuários. Afinal, eles têm uma infinidade de opções a um toque de distância.

A boa notícia é que não é necessário desistir do mercado mobile e nem retirar o app do ar caso ele esteja mal avaliado nas lojas digitais. Pequenos ajustes e melhorias já são capazes de trazer resultados significativos para seu negócio, promovendo boas notas nas app stores. Na Dextra, esse processo é conhecido como ‘revitalização’.

Com pequenos ajustes — algo que mesmo os melhores aplicativos sempre precisam —, a recepção dos usuários pode voltar a ser positiva. Os benefícios, como mostraremos a seguir, são muitos!

5 vantagens da revitalização de aplicativos mobile

Uma mudança na estrutura do app pode, em diversos aspectos, trazer benefícios para o usuário e, é claro, para o desenvolvedor. Mais do que um projeto com começo, meio e fim, essa abordagem de melhorias em aplicativos deve ser feita constantemente.

“Não tratamos isso como projeto, estamos trabalhando no aplicativo e vamos continuar realizando melhorias”, afirma Bill Coutinho, Diretor de Tecnologia da Dextra.

Ainda de acordo com o diretor, os resultados dessa revitalização podem aparecer logo nos primeiros meses de trabalho. Veja a seguir quais são os principais impactos notados.

1. Usabilidade

A principal vantagem da revitalização é que ela deixa o aplicativo mais amigável para o usuário. A Dextra filtra, por exemplo, algumas features que não estão sendo muito utilizadas e podem ser deixadas de lado. Com isso, é possível direcionar mais recursos para aquelas que são mais importantes para usuário.

O design, por sua vez, também tem impacto na usabilidade. Com novas cores e fontes, o app pode ficar com uma cara totalmente nova, atraindo ainda mais usuários.

2. Notas nas app stores

Com melhorias de usabilidade, os resultados logo aparecem. Conseguir aumentar a nota de avaliação de usuários de duas para três estrelas, por exemplo, pode resultar em até 280% a mais em conversões, enquanto conseguir quatro estrelas converte até 540%, de acordo com o levantamento da Kahuna.

Consequentemente, o número de downloads também tende a crescer. Afinal, como explicamos, a avaliação nas lojas está entre os critérios fundamentais dos usuários para decidir entre baixar ou não um app.

3. Performance

Um trabalho focado na performance pode tornar o aplicativo mais ágil e beneficiar a experiência do usuário. A retirada de funções pouco utilizadas é um bom exemplo disso.

Atualmente, existem novas técnicas que podem promover esse tipo de mudança. Entretanto, tecnologias mais consolidadas também pode ajudar, possibilitando uma manutenção mais fácil do app e, com isso, tornando a utilização mais fluida para o usuário.

4. Soft launch

Mudanças muito agressivas são sempre arriscadas, pois nem sempre são recebidas de forma positiva pelos usuários — principalmente os que já se acostumaram com o aplicativo. Entretanto, outra vantagem de um trabalho de melhoria contínua é a possibilidade de fazer soft launches (lançamentos suaves).

Isso significa liberar uma nova mudança para cerca de 20% da base de usuários. Em um primeiro momento, a reação deles é monitorada e a modificação pode ser ampliada para 40% ou 60% das pessoas, caso a recepção seja positiva.

5. Segurança ao produto

A revitalização de aplicativos permite gerenciá-los com mais segurança, mantendo sempre a taxa de satisfação em alta. Com modificações pequenas e lançamentos suaves, sua empresa passa a entender melhor as demandas do seu próprio público-alvo e pode garantir resultados melhores.

Além disso, um trabalho de melhoria contínua mantém o app em evolução, evitando que ele se torne obsoleto.

Para isso, é importante trabalhar em duas frentes: de um lado, você acompanha as tendências do mercado e as mudanças nos apps concorrentes; de outro, deve ser feito um estudo para conhecer melhor o usuário e entregar algo inovador, que satisfaça suas demandas.

Para mostrar como isso acontece na prática, falaremos agora da natureza técnica da revitalização.

Revitalizando um aplicativo: as etapas técnicas

Qualquer empresa pode atingir essas marcas em conversão, desde que ela esteja sempre atenta ao feedback de seus usuários e busque melhorias constantes. A Dextra realiza a transformação de aplicativos para seus clientes, fazendo com que eles alcancem notas mais altas e implementando novas funcionalidades importantes para cada tipo de produto.

Melhorias de performance

O feedback dos usuários é uma ótima ferramenta de avaliação da eficiência do app. Ele funciona como um termômetro de satisfação: se as notas estão abaixo do esperado, é nos comentários da app store que alguns dos motivos podem ser encontrados. Nesse sentido, a Dextra costuma iniciar o trabalho de revitalização já pela investigação desses problemas.

Observar os comentários dos usuários já demonstrou, por exemplo, que a principal causa de insatisfação de um aplicativo era a quantidade de bugs e falhas simples. Durante o uso, o app parava de funcionar, travava, não executava as funções etc.

Assim, um primeiro passo é atuar diretamente na correção desses bugs. Com o aplicativo mais estável, é possível avançar para as melhorias de performance e lógica, deixando-o ainda mais fluido para o usuário.

Em outros casos, o aplicativo está fora do guideline do sistema operacional (Android, iOS etc.). Corrigir isso pode aumentar significativamente a fluidez e velocidade no uso, algo que pode ser notado na satisfação do usuário. Por isso, a Dextra não abre mão desse tipo de melhoria: a de design.

Modificações de design

“Normalmente, trabalhamos com duas perspectivas. Uma é a Experiência do Usuário: o design e como o aplicativo se comporta. E outra é a engenharia: se o app consegue escalar, atender à demanda de usuários crescentes, se é seguro e coisas do tipo”, afirma Bill Coutinho.

Recentemente a empresa teve a oportunidade de solucionar quatro casos semelhantes com seus parceiros. “Tem sido cada vez mais comum os clientes nos procurarem com a necessidade de revitalizar seus aplicativos”, afirma a executiva de negócios da desenvolvedora, Juliana Furtado. Um bom exemplo é o caso da Nextel.

A companhia implementou melhorias em um de seus aplicativos com a ajuda da desenvolvedora e conseguiu subir sua nota de 2,3 para 4,3 estrelas. Segundo o Desenvolvedor Master Raoni Normanton, mais de 30 desenvolvedores e analistas de qualidade (QAs) da Dextra e da Nextel — atuantes das áreas de Experiência do Usuário (UX) e Interface de Usuário (UI) — chegaram a trabalhar nas melhorias desse aplicativo.

Ao longo do processo, o software passou por diversas etapas técnicas como pesquisa de usuário, concepção de funcionalidades, prototipagem, testes de usabilidade e acompanhamento de métricas. “As funções foram refeitas (UI e UX). Além disso, todos os serviços que suportam o aplicativo nos servidores foram refeitos”, afirma o desenvolvedor.

Todas essas fases juntas trouxeram uma série de resultados positivos para a Nextel, e a nota dada pelos usuários ficou cada vez maior.

“Dificilmente as pessoas entram no app para dar notas boas porque gostaram da experiência que tiveram. Com essa funcionalidade que implementamos, a nota deu um salto muito positivo”, diz.

Revitalização total

Além de auxiliar na revitalização de um aplicativo específico, a Dextra é especialista no suporte à criação de novos aplicativos. Com muita experiência no mercado, suas equipes altamente qualificadas podem identificar quando algo que era uma ideia inicial se desviou do objetivo principal — ou mesmo quando há uma grande oportunidade que a empresa ainda não conquistou no seu nicho de atuação.

Por isso, é comum que a criação de um novo app surja como uma proposta extremamente produtiva. Nesse caso, a Dextra oferece todo o suporte necessário para que o projeto alcance ótimos resultados, do protótipo até o lançamento e a manutenção do aplicativo.

Estratégia de Analytics

A Dextra pode trabalhar junto com cliente para definir métricas. Trata-se de uma etapa técnica, pois além de definir com o cliente o que deve ser medido no seu produto, a implementação é feita utilizando alguma plataforma (Firebase, por exemplo).

A estratégia em si envolve mapear as ações dos usuários dentro do app e descobrir os principais comportamentos, principalmente em funcionalidades pequenas. Na hora de realizar uma revitalização, esses inputs (assim como os comentários na loja) ajudam a descobrir quais funcionalidades podem ser criadas, evoluídas ou até mesmo retiradas do produto, a fim de facilitar e encurtar os caminhos do usuário.

Um case de sucesso no qual a Dextra ajudou o cliente nessa estratégia foi o Samsung 4k na Copa, em que descobrimos quantas pessoas estavam assistindo aos jogos pelo app de TV — e como elas estavam acessando.

Como você pode ver, a revitalização de aplicativos é uma estratégia que traz consigo uma série de benefícios. Da performance ao design, são diversos pontos que podem melhorar a experiência do usuário com seu produto, promovendo melhorias de qualidade e, é claro, mais downloads. Por isso, não deixe seu app se tornar obsoleto!

Se quer saber como ele pode ganhar vida nova, entre em contato com a Dextra e fale com quem mais entende do assunto!

Dextra

View posts by Dextra
Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes. A Dextra faz parte da Mutant, empresa B2B líder no mercado brasileiro e especialista em Customer Experience para plataformas digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 3 =

Posts relacionados

  1. Sobre a Dextra

    Somos especialistas em desenvolvimento de software sob medida para negócios digitais. Pioneiros na adoção de metodologias de gestão ágil, combinamos processos de design, UX, novas tecnologias e visão de negócio, desenvolvendo soluções que criam oportunidades para nossos clientes.

  2. Categorias

Scroll to top